Voz da Escola
Jornal da Escola Secundária Henrique Medina
Pesquisa

Visita de Estudo a Coimbra
Por Ana Rodrigues (Aluna, 3º TAS), em 2018/03/01106 leram | 0 comentários | 26 gostam
No passado dia 15 de fevereiro de 2018, a turma do 3.º ano do Curso Profissional Técnico Auxiliar de Saúde teve o privilégio de se deslocar ao distrito de Coimbra para realizar uma visita de estudo.
A paragem inicial ocorreu em Cantanhede, no Laboratório Crioestaminal, o primeiro e maior banco de criopreservação existente em Portugal. Este laboratório foi fundado no ano de 2003, sendo pioneiro e líder no nosso país no isolamento e criopreservação de células estaminais do sangue e do tecido do cordão umbilical. A visita teve início com uma palestra na qual fomos elucidados sobre conceitos relativos ao processo da criopreservação, os seus benefícios, como pode ser efetuada esta técnica, o seu tempo de duração, entre muitas outras particularidades, fundamentais à conservação das células estaminais do cordão umbilical. Depois das explicações iniciais, passámos à visita aos diferentes espaços do Laboratório Crioestaminal, onde tivemos o privilégio de acompanhar as diferentes técnicas envolvidas, desde a chegada das amostras do cordão umbilical ao laboratório, até serem armazenadas em tanques de criopreservação, ficando, desta forma, as células estaminais disponíveis para a prevenção e tratamento de patologias diversas.
O Jardim Botânico da Universidade de Coimbra (UC) foi outro dos pontos de visita. Neste maravilhoso local, no centro da cidade de Coimbra, tivemos a excelente oportunidade de conhecer a maior coleção de plantas do mundo em Portugal, desde plantas exóticas a plantas autóctones (tílias, magnólias, eucaliptos, palmeiras, sequóias, carvalhos, sobreiros, entre outras). Neste trajeto, entre alamedas de vegetação luxuriante, contámos com a colaboração de uma guia que simpaticamente nos ia contando um pouco da história do Jardim Botânico. Assim, foi possível constatar a elevada importância deste espaço a vários níveis, como sejam, estudos diversos em áreas da Botânica, da Farmacologia e da Medicina, e a promoção de comportamentos ecológicos e de preservação dos espaços naturais.
A visita ao Museu da Ciência da Universidade de Coimbra foi, para a maioria dos alunos, o ponto alto do dia. Neste museu observámos um conjunto diversificado de dispositivos experimentais no âmbito da Química, montados num antigo anfiteatro da UC. Uma das experiências mais impressionante foi a que permitiu a “lavagem da nota” por processos químicos. Realmente, a espectacularidade das reações químicas observadas conquistou a atenção de todos, motivando os alunos para aumentarem os seus conhecimentos nesta área científica.
A Faculdade de Medicina da UC, mais concretamente, o Museu de Anatomia Patológica, foi o último local a ser visitado. Aqui, foi possível observar cerca XIII expositores, que mantinham um número aproximado de 1000 peças anatómicas fixadas em formalina, secos ao ar, modelos de cera, livros e fotografias. Estas diferentes peças anatómicas foram extraídas a indivíduos que apresentavam diferentes patologias, ficando devidamente conservadas para possibilitar posteriores estudos pelos alunos da Faculdade de Medicina da UC.
De um modo geral, podemos salientar a elevada importância desta visita para a nossa formação como futuros Técnicos Auxiliares de Saúde. Desta forma, tivemos a oportunidade de complementar os conceitos já adquiridos na sala de aula, principalmente, na disciplina de Saúde, enriquecendo, ainda, as nossas vivências ao permitir o contacto com instituições de elevado prestigio na comunidade científica.


Comentários

Escreva o seu Comentário